A PAZ INTERIOR

Não permita que o comportamento de outros destrua a sua paz interior.” Quanto maior for o número de pessoas com as quais nos encontramos, maior será a variedade de posturas e comportamentos. Não tem como ficar numa redoma e não influenciar e não ser influenciado, através do comportamento. O modo como as pessoas escolhem viver foge do nosso alcance. Podemos até tentar compreender. Mas não nos cabe interferir. Talvez o nosso modo de viver possa inspirar algumas mudanças. Porém, não convém ter a pretensão de querer mudar os outros. Por outro lado, a conivência com diferentes manifestações das pessoas não pode nos deixar vulneráveis. Daí a importância de preservar a paz interior. Proteja sua paz interior. Não permita que ela seja atingida pelo mau humor daqueles que ainda não entenderam que viver é conviver. Uma das urgências de nossos dias é continuar caminhando com alegria, apesar das atitudes contraditórias de alguns que nos rodeiam. A paz interior é um investimento. Tentar mudar os outros é desperdiçar energia e tempo. Proteja-se: implante em seu interior, com grau elevado, aquela paz que sustenta os passos, acalma o coração e potencializa a esperança. Continue vibrando com a vida e com a capacidade de contornar momentos e situações adversas. E siga em frente. Viver é tão bom!

A PAZ INTERIOR

O sossego interior, se queres atingi-lo,
Não deixes coisa alguma incompleta ou adiada.
Não há nada que dê um sono mais tranquilo
Que uma vingança bem executada…

Mario Quintana

 




Deixe um comentário