Bulldog Inglês

Bulldog inglês – A pele da cabeça é fina e macia, formando pequenas rugas, que no pescoço formam duas barbelas. As orelhas, pequenas e finas, são de inserção alta na cabeça. A região facial é uma característica mais distintivas desta classe de cães: possui um focinho saliente, com um nariz expressivo e umas bochechas arredondadas e salientes. Os maxilares são largos devido aos dentes fortes e grandes. É aconselhável que, após o banho, se seque com cuidado as dobras faciais e o restante corpo. Pode vir a ser necessária a aplicação de cremes nas pregas de pele sujeitas a maior fricção O tronco é compacto, curto, tal como os membros inferiores e superiores, cuja musculatura é bem desenvolvida e rígida. Observações A nível de saúde, existe uma certa vulnerabilidade para desenvolver assaduras e dermatites, bem como problemas de joelhos e nas ancas. É um animal sensível a temperaturas extremas, com uma esperança média de vida de 8 anos. Como possui um aparelho digestivo bastante activo, convém que seja submetido a algum exercício para evitar obesidade. Convém limpar as pregas de pele no pescoço e no focinho com água e sabão neutro.

Bulldog Inglês deve apresentar à primeira vista uma imagem de força de determinação de atividade decidida e na realidade deve ser um animal vivo, fiel, corajoso e em quem se possa confiar.Apesar do passado desta raça ser pautado com algum grau de violência, há que salientar que o Bulldog hoje é um cão fiel, paciente, que gosta de crianças e se sabe controlar muito bem. Cómico, demonstra ao homem o seu interior e coração mole.Fora a aparência sisuda e o seu aspecto de temer aos que desconhecem este bom ser, verifica-se que ali reina, dentro de tantas pregas, um animal afetuoso.

A popularidade deste desporto depressa se estendeu pela Grã Bretanha, que foi polvilhada com arenas que ainda hoje existem naquele país. Neste contexto, o Bulldog foi sendo moldado física e psicologicamente para confrontar o touro, tornando-se num animal feroz e destemido, com uma excelente técnica de combate e elevada resistência à dor. Mas, com o passar dos séculos, evoluíram as mentalidades e refinaram-se os gostos, o que conduziu a que, em 1835, este “desporto” fosse proibido e a sua prática censurada. Como consequência, a possibilidade de extinção ameaçou esta estirpe de cães, mas o Sr. Bill George, um admirador dos Bulldog Inglês, impediu que tal sucedesse, apostando na sua criação. Nas décadas posteriores, outros adeptos desta raça empenharam-se na sua criação, dedicando-se a um minucioso trabalho que consistia na selecção dos cães com um temperamento mais dócil e seguro. Desta forma, foram-se fixando os espécimes com a herança genética que os torna adequados ao meio social. Em 1875 foi fundado o Bulldog Club Incorporated, que ainda hoje coordena as actividades sobre a raça na Inglaterra e em 1891 foi criada a London Bullgod

Curiosidades da Raça Bulldog Inglês

Era um cão adorado pela nobreza inglesa, por ser excelente animal de companhia. A Rainha Isabel e o Rei James I eram felizes proprietários da raça. Shakespeare retratou o Bulldog inglês na sua peça teatral “Henrique VI”. Para quem deseja um cão de fácil convivência, que não exige muitos cuidados enão necessita de tosa, o Bulldog inglês é uma excelente opção, principalmente para quem tem crianças, ou para quem passa o dia fora e precisa que o seu animal seja independente e não sofra muito com a sua ausência. É um animal extremamente valorizado no mercado dos pets. Os criadores costumam ter filas de espera para a aquisição de filhotes. Canil BABYPET conta com exemplares das melhores linhagens nacionais e importada, visando oferecer o melhor filhote de bulldog inglês para pessoas de requintado bom gosto e que procuram encontrar em um filhote o melhor da Raça.

Raça: Bulldog
País de origem: Grã-Bretanha
Nome orgina:l Bulldog
Grupo 2: Molossóides
Utilização: Companhia
Porte: Médio
Necessidade de exercício diário: Média
Temperamento: Afetuoso, Leal, Confiável, Corajoso
Adestrabilidade: Média

www.canilbabypet.com.br




Deixe um comentário