Condução da minha vida com a participação da consciência

Com a assimilação dos novos valores instituídos pela Logosofia estou conseguindo inverter a direção que antes estava seguindo, isto é, em vez de direcioná-la somente para as coisas comuns, estou-me dedicando também ao atendimento da minha parte espiritual.

Antes, vivia ao acaso, sem ter nenhuma noção de onde vinha, onde estava e para onde ia, o que me dava a sensação de estar completamente perdido no mundo, sem contar com nada que pudesse orientar-me. E teria continuado nessa mesma situação se não tivesse encontrado a Logosofia para orientar-me de uma forma segura por meio de seus conhecimentos transcendentes muito superiores aos comuns e de seu método experimental.

As inquietudes espirituais me levaram a buscar algo além do conhecido. Entretanto, com a religião que pratiquei, ao buscar respostas para satisfazê-las, deparava com uma barreira intransponível, denominada mistério.

Devo esclarecer que não consegui satisfazê-las em nenhuma outra parte. Pude comprovar com a ajuda dos ensinamentos logosóficos, que as inquietudes espirituais não se acalmam com as repostas externas e que somente vamos encontrando as verdadeiras respostas dentro de nós mesmos, à medida que vamos realizando o processo de evolução consciente.

Existe uma grande diferença entre os conhecimentos comuns e os logosóficos. Os comuns são utilitários e atendem apensas às necessidades externas da vida. Os logosóficos estão destinados a atender à parte interna e espiritual do ser humano.

Aos poucos, vou enriquecendo a minha consciência com a aplicação dos elementos superiores proporcionados pela Ciência Logosófica, o que tem contribuído para uma orientação melhor da minha vida e para encaminhá-la em conformidade com os seus grandes objetivos.
Sinval Lacerda
Para mais informações sobre a Logosofia e a Fundação Logosófica:
www.logosofia.org.br

Rate this post



Deixe um comentário