Dualidade na visão

[Dualidade na visão]

Eu não tenho ídolos
Não sou de fazer promessas
Unica promessa foi não esquecer de um ser

Eu não sou daqui
Eu sou daqui
Eu sou dos universos
Somos um só
E sentimos tudo que é permitido

Eu sou perfeito
Eu não sou perfeito
Eu tenho luz
Eu tenho sombra

Tudo não é acaso
Pois a morte não existe
E apenas uma ilusão
Um portal

Eu sou infinito
Eu sou ilimitado

E qual é meu legado que quero deixar?
Eu quero que algumas pessoas me esqueçam pois eu não quero ser lembrado pelo o que eu nunca fui.

Morri para viver
Vivi para morrer

Infelizmente estou aqui
Felizmente estou aqui

A vida não tem fim
E sempre vamos existir

Eu pensei que estava certo sempre
Mas errado e certo é individual
E eu tinhas meus certos e errados
E assumo
Eu erro
Eu acerto
Eu sou errante
Eu não sou errante

Eu egocêntrico
Eu humilde
Somo tudo
Somo até o que esquecemos ser
E impossível fugir de si próprio – Gustavo Mateus S. B. C. (DRAGÃO CONSELHEIRO)




Deixe um comentário