Identifique seu pet e garanta sua segurança

Se você está passando na rua e encontra um cão perdido, a primeira coisa que você vai olhar é se ele possui uma coleira e uma identificação. É natural que façamos isso, porque queremos que ele volte pra sua casa. Mas se não tiver nenhuma forma de saber de onde ele veio, não temos muito a fazer, a não ser que você acabe por levá-lo para sua casa e faça anúncios pelas redes sociais até tentar achar o dono. Então se você possui um cão ou um gato e não quer passar por uma situação semelhante, o ideal é que seu pet possua uma identificação presa a coleira ou corrente, pois dessa forma será sempre possível entrar em contato com você.

É importante saber que pesquisas apontam que 98% dos animais domésticos encontrados pelas ruas não possuem qualquer tipo de identificação. É um número muito elevado que precisa ser diminuído com o simples uso de uma tag de identificação no seu cachorro ou gato.

Informações que devem estar contidas na tag

Este produto precisa conter basicamente um telefone de contato para que a pessoa que encontra o animal possa entrar em contato imediatamente. Os modelos que possuem QR Code não são recomendados, já que a pessoa que encontrar o animal precisará possuir naquele momento um telefone celular com aplicativo leitor de QR Code, além de acesso a internet para poder acessar o perfil do pet num cadastro com seus dados. Isso dificulta muito a pessoa que encontra o peludo, e além disso, a modernidade não faz parte da realidade de todos. Imagine uma senhora que nem sabe o que é QR Code? Então, não tem jeito – um telefone de contato é a melhor opção, pois a pessoa consegue entrar em contato com você até mesmo de um telefone público.

Também é importante frisar que o pet deve utilizar a identificação mesmo que em casa, pois quando achamos que está livre de fugas, é onde acontece o maior problema. 90% dos donos de pets que fogem, acham que isso nunca poderia acontecer, e esse dado revela que é exatamente nos momentos ou locais mais inesperados que ocorrem as fugas.

 

Fonte: Blog Vibe

Use uma tag de identificação para cachorro e garanta a segurança do seu pet

Rate this post



Deixe um comentário