Livre, prisão

Tranco-me…

Prendo-me…

Para não me deixar sair…

Arranco-me e trago-me pra esse lugar

Para não me deixar fugir

Fujo, de mim…

Esqueço-me, de mim…

Assim, não lembro de chorar…

Ao lembrar de mim, dói

Por isso, apago tudo e todos de mim

Vivo, trancado para não sofrer

Sofro, para não morrer

Morro, a cada minuto que me lembro de mim

Então, tranco-me …

Não tendo como abrir

Pois a chave não se encontra em minha posse

Está distante… num lugar onde não regressarei

Não quero-a, pois tranquei-me para não mais soltar-me

Não desejo sair para permanecer preso… novamente

Aqui, sinto-me livre

Livre de mim

Apesar de preso

Essa prisão é uma liberdade que a cada minuto se torna mais e mais forte

E espero que, no fim, liberte-me de mim totalmente…

5 (100%) 1 vote



1 comentário to “Livre, prisão”

Deixe um comentário