Varekai (qualquer lugar)

Varekai (qualquer lugar)

Que bom seria se toda família, toda empresa, todo grupo, toda equipe, toda (o)… trabalhasse e se relacionasse como um circo, onde o ponto de simetria entre as pessoas é a maestria, o sincronismo, confiança entre outros fatores que levam ao sucesso e a realização do impossível, sim, porque o impossível é uma questão de trabalhar em equipe, que fique claro o conceito de equipe (grupo em prol de um mesmo objetivo), e nunca desistir.
É preciso encontrar o ponto de simetria entre as partes e a partir daí buscar o equilíbrio, tendo a consciência que não existe estrutura sem suporte e que nenhum balão voa sem combustível ou com o combustível inadequado; Basta tão somente aplicarmos toda nossa inteligência na direção do coletivo e conseguiremos até mesmo tornar o rígido em flexível ou até mesmo encontraremos o centro de massa e consequentemente conseguiremos nos carregar quando pesados.
Trabalhando em equipe se chega aonde se quer, seja lá onde for, em qualquer lugar e se confiarmos um nos outros quando algum de nós estiver por cair conseguiremos então segura-lo e evitar a queda no abismo, e caso não seja possível evitar a queda conseguiremos resgata-lo de lá e escalaremos o abismo se aplicarmos força e tivermos o ponto de apoio ideal.
Há muito para se ver basta que olhemos atentamente em volta e saibamos enxergar o que  sobra além das coisas casuais, além da rotina, além das zonas de conforto, e no meio dessas novas descobertas quem sabe não glosaremos que com maestria e sincronismo mais de um de nós poderá caber no espaço antes disputado de forma assimétrica prejudicando com certeza a  causa maior que é a eficácia dos trabalhos realizados pela equipe.
A confiança é importante para evitar que aqueles que não conseguem voar não queiram roubar as asas dos que voam e os aleijados não queiram roubar as pernas daqueles que podem correr; Cada um deve ser capaz de aceitar o que pode e o que não pode fazer para não alimentar sentimentos de inveja em relação ao outro membro da equipe e que cada um tem seu próprio dom e se todos forem capitães quem remará o barco.
Falando em dons pessoais, vale ressaltar que quem tem o dom de voar voará mesmo sem asas e quem não tem o dom mesmo que use as asas de quem voa não alçará voo por mais que tente porque os dons são internos e se externam a partir da nossa fé, quando apontamos para ela e remamos criamos uma revolução no mundo que começa em nós mesmos e irá se espalhar através de nós para aqueles os quais estiverem ao nosso redor.
Quando um anjo está por vir ele enviará antes um sinal, assim como as pessoas de boa vontade, interessadas em levar a equipe rumo à vitória, rumo à realização dos projetos programados previamente será facilmente percebido e visualizado. Vale ressaltar que as tentativas devem ser exaustivas, porém se se perceber que não é a hora certa se interrompa o processo e seja reiniciado numa próxima oportunidade, até porque como já foi dito o impossível é uma questão de trabalhar em equipe e nunca desistir.




Deixe um comentário